New Terracotta

APOIO TÉCNICO

Instalação e Manutenção.

A aquisição de azulejos New Terracotta para a sua casa ou projecto comercial representa um investimento importante, pelo que a instalação e manutenção adequadas são fundamentais.

Guia de Produto – Vidrados            Guia de Produto – Cotto

AZULEJOS VIDRADOS

A Colecção de Azulejos New Terracotta é adequada para a maioria das aplicações interiores e exteriores, incluindo pavimentos residenciais e comerciais, paredes, balcões, chuveiros, casas de banho, piscinas, spas e fontes.

COMPREENDER O AZULEJO

É importante compreender que as diferenças de cor, formato, tamanho, textura e absorção da humidade são  características únicas e diferenciadoras deste tipo de produto de azulejaria.

Azulejo vidrado
Aplica-se um vidro líquido pigmentado na superfície de uma chacota.
O azulejo é cozido num forno a temperaturas muito elevadas, superiores a 1 050 °C.
O processo de vidragem define a cor e a textura da superfície e cria um azulejo duro, não poroso e impermeável, com uma taxa de absorção de água muito baixa.
Os azulejos vidrados são um revestimento de fácil manutenção e de secagem rápida.

Variação de tamanho e comprimento
Os nossos azulejos contraem durante o processo de produção.
É de esperar alguma variação, sobretudo em azulejos mais longos.

Arqueamento longitudinal e ondulação da superfície
O barro é um material elástico, pelo que terá tendência para recuperar a sua forma original ao longo do processo de produção. Por esta razão, poderá ocorrer um arqueamento longitudinal aceitável e uma ondulação da superfície.
A ondulação pode ocorrer em qualquer ponto da superfície, podendo resultar numa aresta ou num canto ligeiramente elevados.

Variação de cor e de vidrado
A variação da tonalidade e intensidade da cor é inerente a todos os produtos cerâmicos cozidos. Determinadas referências de cor apresentarão uma maior variação dentro dos seus lotes.
Todos os nossos vidros estão classificados com o nível de variação a que estão sujeitos: baixa, moderada, elevada ou muito elevada. Consulte o nosso Guia de Vidrados para uma descrição completa das características dos vidros.
O vidro aplicado em peças de relevo apresenta variações de espessura, o que poderá resultar num aspecto mais escuro ou mais claro em diferentes áreas do azulejo.

PREPARAÇÃO DO AZULEJO

Planeie meticulosamente o layout da aplicação. O tempo que reservar para a preparação e posicionamento dos azulejos terá um grande impacto no resultado final.

  • Ordene previamente os azulejos por cores e tamanhos para poder distribuir a gama de variação por toda a instalação.
  • Recomendamos a mistura das peças.
  • Inspeccione cada azulejo para detectar fissuras ou outras deformações que desaconselhem a sua utilização na aplicação pretendida.

DEFINIÇÃO DAS JUNTAS

O assentamento dos azulejos deve incluir a inserção de uma junta de argamassa (1 a 4 mm) que una os azulejos de modo que estes encostem uns aos outros com um espaço irregular entre eles, criado pela imperfeição das arestas.

A largura da junta de argamassa pode variar de acordo com a necessidade de melhor ajustar e alinhar os azulejos (sendo manuais podem oferecer alguma irregularidade) ou por razões da arquitectura.

Aconselhamos uma especial atenção na escolha da cor da junta, uma vez que esta poderá afectar significativamente o efeito visual da área revestida. Para acentuar o azulejo deverá ser utilizada uma argamassa de betume de cor contrastante. Para obter um efeito uniforme e mais discreto, sugere-se uma argamassa de betume com uma tonalidade próxima das cores presentes no azulejo.

INSTALAÇÃO DOS AZULEJOS

Recomendamos a instalação segundo os padrões da indústria para azulejos de terracota vidrados.
A preparação adequada do substrato e a escolha correcta de colas e argamassas para o tipo de azulejo e para as condições específicas do projecto são extremamente importantes para a durabilidade da instalação. Os azulejos New Terracotta podem ser instalados através de qualquer método convencional de azulejaria, utilizando argamassas, colas (EN 1200 C2) e compostos de argamassa (EN 13888) adequados para utilização em azulejos de parede.

  1. Prepare a superfície. O substrato tem de estar limpo, nivelado e bem firme.
  2. Determine o layout e marque a superfície. Para optimização estética e técnica defina pontos de partida e cortes.
  3. Distribua os azulejos. Ordene previamente os azulejos por cores e tamanhos para poder distribuir a gama de variação por toda a instalação.
  4. Aplique cola própria para azulejos. Utilize uma talocha de dentes largos para espalhar a cola.
  5. Instale os azulejos. Assente os azulejos, alinhando-os e pressionando-os firmemente contra a cola. A instalação será mais fácil se utilizar espaçadores de azulejos em X.
  6. Corte os azulejos. Se for necessário aparar alguns azulejos pode utilizar um cortador de azulejos ou uma serra de corte a água para cerâmica.
  7. Coloque argamassa nas juntas. Deixe a cola secar durante 24 horas e depois preencha as juntas com a argamassa seleccionada, utilizando uma talocha de borracha.
  8. Limpe os azulejos após a colocação da argamassa. A argamassa em excesso tem de ser limpa de imediato com uma esponja húmida, passada frequentemente por água.

MANUTENÇÃO

O azulejo New Terracotta é um produto que quase não necessita de manutenção e que, para além da limpeza regular, requer poucos cuidados.
A beleza duradoura e o desempenho dos nossos azulejos estarão assegurados se forem respeitadas as seguintes recomendações:

  • Para a limpeza do dia-a-dia utilize simplesmente um detergente natural com pH equilibrado diluído em água quente.
  • Para limpar manchas renitentes ou as juntas de argamassa use uma escova de cerdas naturais firmes.
  • Evite sempre a utilização de esfregões abrasivos ou produtos à base de lixívia, amoníaco e diluente.
  • Nunca esfregue com materiais ásperos, tais como escovas duras ou um esfregão de arame, que poderão riscar a superfície.
  • Nas zonas de confecção de alimentos, em volta de fogões, balcões e painéis por cima de lava-loiças, os salpicos de óleo devem ser limpos logo que possível pois podem escurecer alguns azulejos.

TERRACOTA NATURAL

Estas sugestões são apenas orientativas e devem ser tidas em conta juntamente com as normas do sector aplicáveis aos ladrilhos de terracota natural. É igualmente importante referir que a instalação pode diferir de local para local, dependendo das condições do mesmo (p. ex., condições do solo, imediações de piscinas, caminhos de acesso, áreas húmidas, etc.). O empreiteiro e o projectista devem decidir se estas sugestões são adequadas para a sua aplicação ou se requerem outros ajustes.

COMPREENDER A TERRACOTA NATURAL

Variação de tamanho e comprimento
Os nossos ladrilhos contraem durante o processo de produção.
É de esperar alguma variação, sobretudo em peças mais longas.

Arqueamento longitudinal e ondulação da superfície
O barro é um material elástico, pelo que terá tendência para recuperar a sua forma original ao longo do processo de produção. Por esta razão, poderá ocorrer um arqueamento longitudinal aceitável e uma ondulação da superfície.
A ondulação pode ocorrer em qualquer ponto da superfície, podendo resultar numa aresta ou num canto ligeiramente elevados.

Variação de matiz
A variação de matiz é inerente a todos os produtos cerâmicos cozidos, e determinados ladrilhos apresentarão uma maior variação dentro dos seus lotes de cozedura.

PREPARAÇÃO DA TERRACOTA NATURAL

Planeie meticulosamente o layout da aplicação. O tempo que reservar para a preparação e posicionamento dos ladrilhos terá um grande impacto no resultado final.

  • Ordene previamente as peças por tonalidades e tamanhos, para poder distribuir a gama de variação por toda a instalação.
  • Recomendamos a mistura das peças.
  • Inspeccione cada ladrilho para detectar fissuras ou outras deformações que desaconselhem a sua utilização na aplicação pretendida.

ASSENTAMENTO DA TERRACOTA NATURAL

O assentamento da terracota natural New Terracotta pode ser realizado com muitos padrões misturando diferentes formatos, utilizando uma mistura de areia e betonilha pulverizada com cimento molhado ou usando cola, um método mais simples e fiável. Os mais recentes avanços da tecnologia no domínio das colas oferecem materiais biocompatíveis, excelentes para combinar com os nossos produtos orgânicos.

Métodos gerais de assentamento:

  1. Prepare uma base (betonilha) perfeitamente plana, para facilitar o nivelamento das peças entre si (assegurando assim as necessárias tolerâncias de assentamento).
  2. Limpe a superfície de assentamento (remova detritos, pó, óleo, etc.) assim que a betonilha estiver completamente seca.
  3. Prepare uma camada de cola uniforme (8 a 10 mm de espessura) utilizando uma talocha dentada e aplique-a também na parte de trás da peça.
  4. Assente a terracota de modo que o tempo de aplicação corresponda ao tempo necessário para a secagem da cola utilizada.
  5. Com um maço de borracha compacte os ladrilhos uniformemente sobre a cola para assegurar um contacto consistente. Devem assegurar-se juntas abertas idênticas com um espaçamento de 4 a 6 mm.

APLICAÇÃO DE ARGAMASSA

É recomendável utilizar um composto de argamassa ensacada de alta qualidade, adequado para a aplicação.

A largura da junta de argamassa pode variar de acordo com a necessidade de melhor ajustar e alinhar os ladrilhos (sendo manuais podem oferecer alguma irregularidade) ou por razões da arquitectura.

Antes da aplicação da argamassa
Antes de aplicar a argamassa num pavimento de terracota deve ser dado um tratamento prévio de impermeabilização, ligeiro e uniforme, a fim de evitar sujar ou manchar o pavimento.

Métodos gerais de aplicação de argamassa:

  1. Humedeça as juntas de argamassa e o ladrilho com uma esponja.
  2. Coloque argamassa nas juntas em toda a profundidade das peças de pavimento, evitando deixar espaços vazios.
  3. Remova o excesso de argamassa com uma talocha. Se ficar algum resíduo na face do ladrilho pode utilizar-se um esfregão ou uma lixa fina para o remover suavemente.
  4. Limpe a superfície pavimentada com uma esponja e água, certificando-se de que é removida toda a argamassa em excesso.

DECLIVE

Para um assentamento no exterior recomendamos a criação do declive correcto para evitar a estagnação de água.

Quando se trata de pavimentos exteriores há que ter uma especial atenção na fase de planeamento, a fim de assegurar o escoamento adequado das águas pluviais. Isso consegue-se dividindo o piso em diferentes superfícies de drenagem, conferindo-lhes um declive eficaz e um nivelamento perfeito.

Evitar-se-á assim a retenção da água e da humidade na superfície do piso que causariam efeitos indesejáveis e inestéticos devido a auréolas, eflorescência de salitre e acumulação de sujidade.

EFLORESCÊNCIA

O termo «eflorescência» significa migração de sais para a superfície das peças de terracota natural.

A eflorescência tem origem na própria terracota, no solo, no betão, em chuva poluída ou em lavagens com ácido mal executadas. Dado que o barro que utilizamos é 100 % natural é possível o aparecimento de diferentes eflorescências após o processo de assentamento.

Para remover a eflorescência, eventuais resíduos de areia e manchas de estuque é necessária uma lavagem do piso antes de qualquer tipo de tratamento do mesmo. A lavagem é realizada através de um ácido tamponado específico, seguido de um enxaguamento com água limpa. Assim que o piso estiver seco poderá ser aplicado o tratamento tradicional.

LIMPEZA APÓS A APLICAÇÃO DE ARGAMASSA

O terracota natural New Terracotta deve ser limpo após a aplicação da argamassa.
A limpeza permitirá a remoção de qualquer resíduo de argamassa.
Métodos gerais de limpeza:

  1. Varra o excesso de sujidade da superfície.
  2. Utilize um detergente com pH neutro e aplique-o generosamente na superfície e em secções mais pequenas.
  3. Esfregue suavemente a superfície com uma vassoura firme e/ou um esfregão de nylon.
  4. Remova o resíduo da superfície com um aspirador de água ou um rodo. É importante não utilizar produtos de limpeza corrosivos.

SELAGEM

A selagem é um passo essencial para proteger a beleza e assegurar a longevidade de qualquer terracota natural, uma vez que acentua a cor inerente do barro.

A fase de protecção é realizada através da aplicação de produtos repelentes de água e de óleo.

A New Terracotta prefere e recomenda a utilização de produtos à base de água por serem mais naturais e quimicamente menos invasivos e, por conseguinte, adequados aos produtos orgânicos.

ACABAMENTO

O acabamento completa a protecção contra o desgaste e a sujidade. Confere à terracota natural o aspecto final pretendido dado que reaviva as cores do barro.

Os mais utilizados são as ceras de abelha naturais, em líquido ou em pasta, ou óleos específicos para pavimentos. Existem vários tipos de brilho: o brilho intenso confere um aspecto reluzente, o mate dá uma aparência natural e o acetinado produz um efeito intermédio entre os dois primeiros.

De uma maneira geral não é aplicado um acabamento com cera ou óleo nos pavimentos exteriores, dado que o mesmo não duraria muito quando exposto aos efeitos do clima. Nestas situações, aplica-se geralmente um repelente de água ou de óleo.

MANUTENÇÃO

Mantenha a superfície tanto quanto possível livre de poeiras soltas e areias, aspirando ou varrendo regularmente. Evita-se assim o desgaste causado pela compactação da sujidade na superfície e nas juntas.

Lave o pavimento com um produto de limpeza de pH neutro (se possível, biodegradável e ecológico) para remover a sujidade não recolhida pelo aspirador bem como para fins de higiene.

Recomendamos vivamente que se evite a utilização de produtos de limpeza à base de lixívia, detergentes líquidos ou quaisquer outros produtos de limpeza corrosivos.

Para os melhores resultados, a New Terracotta recomenda sempre que se recorra a um profissional de limpeza e selagem após a aplicação da terracota natural.

A pesquisa e o desenvolvimento de selantes e outros produtos de protecção estão em constante evolução. Existem muitas empresas conceituadas com uma vasta gama de produtos disponíveis.

Precisa de mais informações?
Por vezes só precisamos de uma ajuda.

X